Tuesday, March 4, 2008

Histórias inspiradas em Paula Rego III




War | Paula Rego

quadro inspirado guerra Iraque

Um Sonho Mau*
A coelhinha Melanie deitou-se. Já era tarde, passava das onze horas. Mas, naquela noite não sabia o que tinha. Dava voltas e mais voltas na coelheira e o sono não chegava.

Ao seu lado, a mana Nini, a mana Mimi, e a sua mamã dormiam a sono solto. Fechou mais uma vez os olhos, e resolveu contar carneirinhos: Um, dois, três, quatro... finalmente, o sono estava a chegar!

- Mas… o que se passa?! Pum, pum, pum… O que é isto? São foguetes, são tiros, são bombas?!
Melanie vivia num país distante, chamado Iraque, na cidade de Falujah. O país estava em guerra, ouvia-se o rebentar das bombas. Melanie está cheia de medo. Aflita, começa a gritar:
- Mãe, mamã! Vamos fugir! Salva-me! Eu não quero morrer! Por favor mãe... socorro, socorro!!
A mãe coelha, mais as três filhotas coelhinhas Melanie, Nini e Mimi, corriam, corriam, sem saber para onde ir, o medo tomara conta delas. Olharam em volta, e o que viram elas?! Um bebé caído por terra, parecia morto, estava sozinho...
- Onde estaria a mãe? Onde estaria o seu pai? Onde estaria a família?!

Perto delas, um cão enorme, de cor castanha, com ar de mau atacava uma formiga. Mas elas repararam que era uma formiga diferente das outras! Era uma formiga gigante e não parecia ter medo do cão, apesar do ar feroz que tinha e dela não passar de uma formiga.
- Estranho! Uma mulher vestida de soldado levava um pau para se defender - porque as mulheres desse país também costumavam ir para a guerra.

Mais adiante, uma mulher idosa que parecia moribunda, estava a ser atacada por um pássaro enorme e medonho...

- Será uma águia? Um abutre? - Melanie não consegue distinguir.

Viu também uma gaivota que parecia muito assustada e quase a dar o ultimo suspiro. Naquele instante, Melanie dá um grito de dor:
- Mãe, ai o meu pé! Que dor!
Melanie, na correria louca, tinha caído, e torcera o pé, sem dar por isso.
Felizmente que a mãe estava por perto! Pegou em Melanie ao colo, enquanto a seu lado, a mana Mimi a olhava aterrorizada, e a mana Nini limpava as lágrimas.
- Será que também elas vão morrer? Parecia ser tudo que as esperava...
De repente, fica tudo muito, muito escuro, o céu com aquele azul carregado, quase negro, e via-se muito fumo. O barulho do rebentar das bombas tornava-se ensurdecedor. Ouviu-se mais uma vez - Pum, pum, pum…
Melanie gritou, gritou... até que acordou em sobressalto. Ainda ouvia os seus gritos! Olhou em volta, assustada e confusa.
Qual o seu espanto ao ver que afinal estava na sua coelheira, e tudo estava bem calmo.
Melanie
vive em Portugal. Afinal, não passara de um sonho mau! Respirou feliz:
- Ufa! Que alívio!

Ana Crespo, 11 anos

6E | Março 2005

(história inspirada no quadro War de Paula Rego, visita de estudo a Serralves, Outubro 2004)

Copyright © 2008G-Souto'sBlog, gsouto-digitalteacher.blogspot.com® 

Creative Commons License




 Proibida a reprodução de fotografia e ilustrações dos alunos.

No comments: